Tudo que você precisa saber antes de pintar seu cabelo

Não importa se é de loiro, de preto, de azul... Os fios vão pedir cuidados especiais.

1. Em casa X no salão
Bom, você vai mexer no cabelo. Então, o ideal é consultar um profissional para evitar arrependimentos futuros. Afinal, nem sempre o que fica bonito em uma determinada pessoa combina com a gente. Curtiu a coloração de uma famosa, por exemplo? Leve uma foto dela ao cabeleireiro de sua confiança. Ele vai saber adaptar a ideia ao seu cabelo e ao seu tom de pele. Ok, sabemos que muitas vezes isso sai caro. Que tal fazer a "transformação" no salão e deixar só para retocar em casa? Aproveite para pegar algumas dicas enquanto estiver com o especialista. ;)  

2. Escurecer X clarear
Deixar os fios mais escuros é sempre mais fácil. Para clareá-los, muitas vezes é preciso passar por um processo de descoloração, que agride o cabelo e pede cuidados especiais. Sem contar que, em alguns casos, para chegar ao tom desejado são necessárias algumas sessões de tintura.
3. Leve os retoques em consideração
Manutenção exige tempo e dinheiro (mechas um pouco menos). Coloque isso na sua lista de prós e contras. Se a cor é muito diferente do tom original do seu cabelo, provavelmente você precisará de retoques a cada 15 ou 30 dias.   

4. Lembre-se de suas roupas
Você deve estar se perguntando o que uma coisa tem a ver com a outra, certo? Explicando: tons escuros e muito pigmentados, como azul e vermelho, tendem a desbotar nos primeiros dias pós-coloração. Roupas, toalhas e fronhas podem manchar. Tem que ficar de olho!
5. Investimento em produto
Não tem jeito, o cabelo tingido fica fragilizado! Isso significa que você vai precisar manter alguns cuidados específicos: hidratações semanais + xampus e condicionadores próprios para fios coloridos + leave-in com protetor solar são essenciais (sim, o sol pode detonar a cor).  
6. Está disposta a abrir mão do secador e da chapinha?
Não é necessário eliminar estas ferramentas da sua vida, mas você vai ter que usá-las com muuuita moderação - e sempre com protetor térmico.
7. E o alisamento? 
O ideal é não misturar químicas. Ou você pinta, ou alisa. Para quem não dispensa nenhuma das duas coisas, nossa dica é tingir primeiro. Por que? Depois de passar por processos de alisamento, o fio demora mais para absorver a cor. Quanto mais tempo você deixa a tintura, maior será a agressão ao cabelo.  
8. Pre-pa-ra!
A cor escolhida pode ficar comprometida quando os fios estão muito ressecados e porosos - já pensou se mancha? Aposte em hidratações semanais antes de pintá-los também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário